Alegre o seu dia!

17 jan 2018
 alegria
 
São Francisco de Assis pedia que Deus lhe permitisse levar a fé onde havia dúvida, verdade onde havia mentira e alegria onde havia tristeza. E o que mais vemos nos grandes centros é tristeza. Nesse contexto é mais fácil nos entregarmos à irritação, à insatisfação e à reclamação do que à alegria de viver. Ser alegre é um grande desafio. Como cultivar a doçura em meio a tanta amargura?
 
1.     Foco na abundância. Sim, tenho conflitos em minha residência e em meu trabalho, mas tenho uma família e tenho um emprego. Sou grato por tê-los, quantas pessoas sonham com isso? Por mais desafiadora que seja a sua realidade, foque sempre no lado positivo da vida e agradeça.
 
2.     Agradeça. Exclua de seu imaginário a reclamação. Quando fala mal daquilo que possui está fazendo uma oração ao contrário. Isto é, está implorando por mais desgraça. O universo sempre lhe dá o que pede. Se reclamar demais, vai ter mais daquilo que não quer. Se agradecer pelo que tem, mesmo que seja pouco, o universo vai conspirar a seu favor.
 
3.     Humildade. Já notou como sofrem os arrogantes, aqueles que sabem tudo de tudo e que se acham melhores que os outros? Enquanto alimentarmos ilusões de que o universo gira em torno de nosso próprio umbigo, vamos sofrer e muito. Ser humilde não é ser bobo, é ser sábio. Ao aceitarmos nossas limitações e estarmos dispostos a oferecer o melhor que temos em nosso coração,  estaremos, então, nos preparando para alegrar nossos dias.
 
4.     Dar de si, antes de pensar em si. Isso pode até parecer um absurdo, mas está de acordo com o pensamento de Tolstoi que diz que a “alegria somente será real se considerarmos a vida como um serviço e se tivermos um objetivo definido, além de nós mesmos e de nossa felicidade pessoal”. Portanto, pense grande, projete-se além de seu mundinho e, assim, poderá transformar o mundo.
Ômar Souki
Consultor
wowsouki@yahoo.com.br
 
 
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *