Como superar a solidão do líder

25 jan 2018

lider sozinho

Os líderes passam seus dias cercados por pessoas, então a última coisa que eles esperam é sentir-se sozinhos.

A solidão é um sentimento que as pessoas não imaginam ser tão presente na vida de um líder, por estes estarem sempre cercados de pessoas. São reuniões e mais reuniões, assuntos os mais diversos com pessoas também tão diversas.

Entretanto o fato de serem responsáveis por tomadas de decisão importantes, assinatura de contratos, propostas que podem conduzir a empresa a um sucesso financeiro ou a um insucesso além da responsabilidade pelo destino da empresa, faz com que o líder se sinta isolado e às vezes, solitário nas decisões.

Se formos pensar no significado da solidão, podemos defini-la como o sentimento de falta de compartilhamento seja dos sentimentos pessoais ou empresariais. Portanto, estar cercado por funcionários, consultores e clientes não determina que o líder não se sinta só, isolado. A quantidade objetiva de suas relações, nem a medida em que eles parecem ser apreciados ou respeitados, não determinam a ausência do sentimento de solidão, mas sim, se os lideres se sentem emocionalmente isolados.

Nos momentos de reflexão, os pensamentos antagônicos destacam esta solidão. É quando são chamados a tomar decisões cruciais e muitas vezes brutais que afetam a vida de muitas pessoas, os lideres podem facilmente sentir como se não tivessem pares verdadeiros, porque às vezes não os tem. E aí, pode evidenciar a existência de confiança nos parceiros e a capacidades destes de se envolverem verdadeiramente nas questões com as responsabilidades que elas requerem.

A procura de uma ajuda profissional pode ajudar o líder a analisar e entender o que se passa com ele, pessoalmente.

Para encarar a solidão do ângulo profissional, um bom consultor pode ajudar o líder a lidar com o dia a dia da empresa. É importante que tenha em mente se o seu estado emocional está tendo um impacto no seu desempenho, na tomada de decisões ou na forma como ele se comunica com seus parceiros e clientes.

Procurar trocar experiencias com outros lideres, de preferência de um ramo diferente do seu, pode ser uma maneira de conhecer outras realidades e o quanto todos os lideres lidam com o mesmo tipo de solidão diariamente.
A gestão compartilhada é outra solução que deve ser bem estudada.

O líder pode optar por liderar pessoas ao invés de liderar processos. Neste sentido no lugar de ser responsável por fazer “as coisas acontecerem” e seus colaboradores apenas assistirem ao que acontece, este pode ajudar seus colaboradores a assumirem suas responsabilidades na empresa. O líder, então, deve selecionar “talentos” e treiná-los para os papeis de liderança para que eles possam se supervisionar. É importante que o líder seja treinado por um profissional experiente, ou seja um mentor, para que este seja capaz de desempenhar este papel.

Se o líder se sente solitário, compartilhar a gestão lhe dará suporte emocional para o crescimento da empresa, quando cria uma equipe de líderes.

Fátima Santana
CEO
FS Consultores

 

 

Compartilhe:

Comentários

  1. Júio Miranda Diz: Janeiro 25, 2018 at 3:52 pm

    Muito bem colocado. Consigo enxergar nos olhos dos líderes o apelo por uma companhia com quem dividir suas angústias, suas tomadas de decisões. E, realmente, compartilhamento, intercâmbio de experiências, cogestão, entre outras, podem ser boas soluções para a solidão dos líderes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *