Como os apps podem contribuir com o sucesso empresarial

William1

Mais que os números, mais que as estatísticas, mais que as imagens, que as fotos, que os vídeos, o comportamento social dos últimos anos mostra inegavelmente que os smartphones e seus apps (applications ou aplicativos) vieram para dominar.

O que presenciamos hoje é uma mudança de conceitos. O termo prótese é mais comum que o termo órtese, mas os smartphones funcionam como órteses. Assim como os conhecidos óculos, eles são normalmente os últimos que abandonamos quando vamos dormir e os primeiros que alcançamos quando acordamos. Assim são as órteses. Você não tira o óculos para ir ao banheiro. Porque não levaria seu smartphone? Ele é uma órtese e deve lhe acompanhar sempre. Ao esquecer o smartphone em casa é razoável voltar para apanhá-lo, assim como faria com um óculos. É uma órtese. A sua órtese. Simples assim!
Agora, imaginar que sua empresa pode estar em todo lugar, a todo instante, ao alcance de todos (clientes e não clientes) e não utilizar este meio como ferramenta de marketing e divulgação da sua empresa é um notório contrasenso.

Os apps podem ter finalidades variadas. Podem divulgar a sua marca. Podem permitir conexão com seus clientes. Podem melhorar seu pós venda. Podem viabilizar novos clientes. Podem fidelizar seus clientes. Podem ser usadas até mesmo como ferramenta de motivação de sua equipe interna. Podem ajudar na gestão comercial da sua equipe. Podem ajudar na melhora de produtividade de sua equipe técnica. Podem reduzir seus custos uma vez que podem otimizar o seu trabalho interno e principalmente o externo.

Enfim, pense nos apps como ferramenta tecnológica. Pense nos apps como ferramenta de marketing. Pense nos apps como ferramenta de gestão de RH. Pense nos apps como ferramenta comercial. Mas PENSE em apps.

Para não ficar muito ansioso, pense na geração que está chegando ao mercado de trabalho neste momento. Que está começando a consumir neste momento. Não se atenha ao que já está no mercado e já está sendo consumindo. Se pensar nesta ficará atônito. Mas pense na que está chegando. Pense em retirar o sinal de 3G do mundo ou mesmo desligar o wi-fi e imagine a reação das pessoas desta geração. Eles são seus futuros clientes, futuros consumidores e futuros integrantes da sua empresa. Ou sua empresa estará com eles ou estará fora do mercado. Não há outra alternativa.

Pense apps!

William Tadeu da Silveira
Entusiasta de apps, CEO da Mobilus Tecnologia
http://www.mobilus.com.br/

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este post tem 2 comentários

  1. Avatar
    Fernando Assis

    Boa reflexão. Sugiro que acrescente a diversão pessoal como ferramenta de liberação de stress.

Deixe uma resposta

Gestor

Paulo de Vasconcellos Filho, 67 anos, atua como Consultor há 43 anos orientando processos de Planejamento Estratégico em 378 empresas de pequeno, médio e grande porte, que atuam nos mais diversos setores. Publicou seis livros sobre Planejamento Estratégico, sendo o primeiro em 1979 e o mais recente publicado pela Editora Campus, com o título “Construindo Estratégias para Vencer!”

Receba nossas novidades

Estratégias que merecem destaque

Registre-se aqui para receber em seu e-mail nossas novidades.

Patrocinadores

Temas