Cuidado com a Síndrome da Fênix !

Fênix 3

Sua empresa tem duas opções diante da realidade, que estará sempre recheada de oportunidades e ameaças. Uma é esperar que as coisas aconteçam e então reagir, o que poderá ser muito tarde. Principalmente para o caso das ameaças, se elas se confirmarem. Diferente das oportunidades, que você na verdade não perde por não poder mais explorá-las, e sim deixa de ganhar, no caso das ameaças sua empresa perde se não houver tempo para reagir. A Síndrome de Fênix, que leva a empresa a acreditar que vai renascer das cinzas, pode ser uma situação muito arriscada. Depende de realmente renascer e de como vai renascer. Será que estará como o ambiente espera ou até exige? A outra opção é adotar uma postura proativa, diante de oportunidades e ameaças. Se antecipando às situações, terá maior controle no uso dos recursos, em especial o tempo, aumentando muito as possibilidades de sucesso.
Em 1968, no Maracanãzinho lotado, o cantor, compositor e poeta Geraldo Vandré fez ecoar em alto em bom som “Quem sabe faz a hora não espera acontecer.”
Veja em www.proatividadedemercado.com.br como sua empresa deve agir para ser proativa.

 

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Deixe uma resposta

Gestor

Paulo de Vasconcellos Filho, 67 anos, atua como Consultor há 43 anos orientando processos de Planejamento Estratégico em 378 empresas de pequeno, médio e grande porte, que atuam nos mais diversos setores. Publicou seis livros sobre Planejamento Estratégico, sendo o primeiro em 1979 e o mais recente publicado pela Editora Campus, com o título “Construindo Estratégias para Vencer!”

Receba nossas novidades

Estratégias que merecem destaque

Registre-se aqui para receber em seu e-mail nossas novidades.

Patrocinadores

Temas