E se aprender for a melhor opção?

Há muito a realizar. Inovar é aprender. Nunca estivemos tão conectados com o mundo como agora. Mais maduros, sabemos que não é o cargo e sim o conhecimento aplicável que faz um campeão. Crie o seu próprio planejamento estratégico pessoal em 5 passos, como relata brilhantemente Aloísio do Pinho Oliveira, executivo financeiro sênior, em posições de direção-geral e diretoria financeira em multinacionais de diversos ramos de atuação.

Ler esta indicação, que se encontra no LinkedIn, será de grande valia. Por meio de minha longa experiência como headhunter e especialista no desenvolvimento de pessoas através do autoconhecimento, acredito que posso contribuir de forma significativa para o alcance de grandes conquistas.
Vamos lá! Prepare-se!

Ligue os pontos e veja que a inteligência ligada a postura de aprendiz, reflete um imenso poder de realização e de autonomia. Dessa forma, torna-se possível saciar a curiosidade e conquistar o desenvolvimento pessoal. Ainda descobrirá, que você pode ser a sua própria escola de negócios, construtor do seu MBA e de aprendizagens contínuas e autodirigidas.

São muitas as plataformas de aprendizagem: Uncollege, Udemy, Coursera, Singularity University, MOOCs. Estas e muitas outras estão disponíveis para você. Elas fazem parte do nosso cotidiano, refletem a necessidade do eterno aprendiz neste imenso mundo novo e também o prepara para o que der e vier.

O aprendizado self service supera os modelos tradicionais de educação por garantir uma maior velocidade nas transformações que imperam em meio às mudanças globais e a atual epidemia. Esta que exige o empenho de muitos cérebros trabalhando a todo vapor em prol da humanidade. Os muitos experimentos trazem a minha mente, Dom Quixote e a sua luta contra os moinhos de vento. Sem dúvida, a ciência em seus experimentos e jornada junto aos “moinhos de vento” irá acertar.

Os aprendizes e eternos alunos protagonistas propõem novos caminhos e soluções. Criam plataformas, grupos e experiências disruptivas para o compartilhamento do conhecimento.

Sim, é possível aprender e criar conhecimento contando com diferentes recursos. O cérebro é um músculo em desenvolvimento, com inesgotáveis sinapses velozes e brilhantes. O cérebro gosta do êxito e acerto de novas diretrizes. Entretanto, o autoconhecimento e a gestão das emoções são imprescindíveis e determinantes para o alcance verdadeiro do êxito.

Iremos do luto provocado pelas quase incontáveis perdas de vidas ao “orgulho íntimo” do descobrimento de embriões. Estes que hoje ainda se encontram em esboços e rascunhos, mas que serão definitivos para a formulação de remédios e vacinas. A cura na luta contra o novo coronavírus. Com certeza, é possível que complexas pesquisas encontrem o inesperado. Quem sabe a vacina contra o vírus HIV.

Neste contexto, se faz presente a expressão “Lifelong learning”, que significa manter uma atitude positiva para a aprendizagem, tanto no contexto profissional quanto no pessoal.

O termo se refere ao ato de se tornar um eterno aprendiz, que compreende as constantes mudanças do mundo e percebe que quanto mais se sabe, mais há o que aprender.

Somos seres aprendizes pela nossa história e humanidade. O aprendizado é um divisor de águas e não possui fronteiras.

O “Lifelong learner” possui uma curiosidade insaciável, um desejo enorme pelo saber. Ele busca o conhecimento constantemente, como se fosse viver infinitamente. O seu interesse não se resume somente no saber, mas também no experimentar, já que esta é uma das melhores maneiras para se alcançar algo que vá além das soluções e seja semente para o futuro.

Efigênia Wend – CEO Upside Group

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Deixe uma resposta

Gestor

Paulo de Vasconcellos Filho, 67 anos, atua como Consultor há 43 anos orientando processos de Planejamento Estratégico em 378 empresas de pequeno, médio e grande porte, que atuam nos mais diversos setores. Publicou seis livros sobre Planejamento Estratégico, sendo o primeiro em 1979 e o mais recente publicado pela Editora Campus, com o título “Construindo Estratégias para Vencer!”

Receba nossas novidades

Estratégias que merecem destaque

Registre-se aqui para receber em seu e-mail nossas novidades.

Patrocinadores

Temas