Não esconda os erros na sua empresa!

 

varrer post-it 1

Há mais de 2500 anos o sábio filósofo chinês Confúcio já afirmava que “Cometer um erro e não corrigi-lo é cometer o mesmo erro duas vezes.” Mesmo assim ainda vemos muitas empresas que insistem em esconder erros graves, na esperança de que não serão descobertos. Se a sua empresa for uma delas, saiba que o sucesso não será mantido. Promova a transparência e a coragem de admitir e corrigir os erros. Não esconda os erros debaixo do tapete. Eles fazem parte da vida de quem ousa, cria, inova e sonha com novas conquistas.

Algumas empresas mundialmente admiradas, tais como Apple, 3M e Google, não só aceitam os erros como parte do processo de avanço, mas chegam a celebrar e premiar os que merecem destaque, pois já aprenderam que muitos serão os embriões de novos e revolucionários produtos ou serviços. O case mais conhecido, mas que ainda merece ser lembrado é o Post-it, que foi desenvolvido a partir de um erro, que custou US$ milhões  para a empresa, mas que hoje e por muitos e muitos anos, vai gerar US$ bilhões.
Resumindo, uma cola que não colava e portanto um erro, ao invés de gerar demissões, ficou aguardando uma oportunidade que demorou mas surgiu. Um funcionário da empresa, começou a usar a cola que não colava para marcar as páginas da sua Biblia durante as missas de domingo. Assim, não danificava as páginas. O resto é parte da história de sucesso da centenária 3M, muitas vezes eleita a empresa mais inovadora do mundo.

E na sua empresa, o que fazem com os erros? Escondem? Usam para punir os culpados? Ou aprendem com eles e procuram oportunidades para acertar?

 

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Este post tem um comentário

  1. Avatar

    No Vale do Silício, EUA, costumam recomendar que as pessoas errem depressa, para então aprenderem com os erros e partir para outra logo. Nós brasileiros temos muito medo ou vergonha de errar, o que retarda os movimentos de inovação. Inovar sem se dar o direito de errar não é possível. O que não é perdoável é a falta: fazer errado com a consciência de que não está certo.

Deixe uma resposta

Gestor

Paulo de Vasconcellos Filho, 67 anos, atua como Consultor há 43 anos orientando processos de Planejamento Estratégico em 378 empresas de pequeno, médio e grande porte, que atuam nos mais diversos setores. Publicou seis livros sobre Planejamento Estratégico, sendo o primeiro em 1979 e o mais recente publicado pela Editora Campus, com o título “Construindo Estratégias para Vencer!”

Receba nossas novidades

Estratégias que merecem destaque

Registre-se aqui para receber em seu e-mail nossas novidades.

Patrocinadores

Temas