O nevoeiro e os desafios da gestão

Foto JM POSSEimages6V3FC3S2

A nadadora americana Florence Chadwick (1918 – 1995) , respeitada mundialmente por seus recordes de natação em mar aberto e por longas distâncias , partiu em 1952 para o desafio de percorrer a nado vinte e seis milhas das águas frias do oceano entre a ilha Catalina e a costa da Califórnia. Tudo parecia correr bem até que um terrível nevoeiro e o mar revolto começaram a ameaçar o seu projeto. Foram cerca de quinze longas horas de tormento. Câimbras começaram a dificultar seus movimentos e a fragilizar sua estrutura muscular.

Chadwick, desiludida, passou a fazer apelos para ser retirada das águas. Mas seus apelos foram ignorados por sua mãe, que a acompanhava num bote ao lado, insistindo para que ela não desistisse. A nadadora continuou tentando, mas ficou exausta e desanimada, sendo então retirada das águas. Após poucos minutos remando, o nevoeiro se dissipou, e o grupo descobriu que estava a pouco mais de oitocentos metros de distância da costa. Em entrevista coletiva de imprensa, Florence declarou: “tudo o que eu podia ver era o nevoeiro. Creio que se tivesse visto a costa, poderia ter conseguido”.

A história de Florence pode ser inspiração para o mundo dos negócios. Governos entram e saem, crises veem e se vão e o nevoeiro sobre os negócios persiste. Juros,  câmbio, tributos elevados e complexos, encargos excessivos sobre a folha de pagamentos, inflação, logística sofrível, balança comercial e tantos outros fatores ameaçam a competitividade e tiram o sono dos empreendedores. Apesar de tudo, há empresas que conseguem não só sobreviver mas lucrar e crescer. Aos gestores cabe planejar e agir, confiando de que a costa pode estar bem próxima, logo após o nevoeiro. Na dúvida, então, é melhor continuar nadando.

Júlio Miranda
Diretor do Conselho de Presidentes e da Miranda Consult
julio@conselhodepresidentes.net

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Deixe uma resposta

Gestor

Paulo de Vasconcellos Filho, 67 anos, atua como Consultor há 43 anos orientando processos de Planejamento Estratégico em 378 empresas de pequeno, médio e grande porte, que atuam nos mais diversos setores. Publicou seis livros sobre Planejamento Estratégico, sendo o primeiro em 1979 e o mais recente publicado pela Editora Campus, com o título “Construindo Estratégias para Vencer!”

Receba nossas novidades

Estratégias que merecem destaque

Registre-se aqui para receber em seu e-mail nossas novidades.

Patrocinadores

Temas