Felicidade nas Empresas: Esse tabu ainda existe na sua empresa?

Algumas palavras continuam sendo tabus na maioria das empresas.
Felicidade é uma delas. Passei por uma situação constrangedora quando sugeri tratar o assunto em uma reunião com experientes executivos e empresários.

Um deles ficou exaltado insistindo que não deveria ser assunto para aquela reunião. Concordo que não cabe a nenhuma empresa tornar seus funcionários felizes. Felicidade é responsabilidade única de cada pessoa. Mas as empresas podem sim colaborar, ou pelo menos não atrapalhar.

É importante ser feliz no trabalho?

Fico mais confiante sobre minha opinião, quando a revista mais famosa e respeitada no mundo, especializada em gestão, destaca felicidade como assunto de capa. E mais, Marcio Fernandes, então Presidente da distribuidora da energia Elektro, eleito pela revista Exame como o líder mais admirado do Brasil, tem feito dezenas de palestras em empresas tais como Itaú e Goodyear, repetindo “Felicidade dá resultado financeiro.”

E na sua empresa, é permitido falar sobre felicidade?

Felicidade nas empresas
Paulo de Vasconcellos Filho
Conselho de Presidentes

Compartilhe!

Este post tem um comentário

  1. Concordo que cada vez mais as empresas e pessoas de sucesso terão sua conduta baseada em valores. Como diz Stephan Kanitz, "primeiro vem a ética, depois a ambição".

Deixe uma resposta

Gestor

Paulo de Vasconcellos Filho, 67 anos, atua como Consultor há 43 anos orientando processos de Planejamento Estratégico em 378 empresas de pequeno, médio e grande porte, que atuam nos mais diversos setores. Publicou seis livros sobre Planejamento Estratégico, sendo o primeiro em 1979 e o mais recente publicado pela Editora Campus, com o título “Construindo Estratégias para Vencer!”

Receba nossas novidades

Estratégias que merecem destaque

Registre-se aqui para receber em seu e-mail nossas novidades.

Patrocinadores

Temas

Fechar Menu