Você é um giver, um taker ou um matcher?

Você é um giver, um taker ou um matcher

De acordo com Adam Grant , professor na Wharton e autor do livro Give and Take, existem três tipos de pessoas: givers, takers e matchers.

Os givers são aquelas pessoas que estão dispostas a ajudar os outros sem esperar nada em troca. São aqueles que sem ninguém pedir ficam um pouco mais para ajudar a lavar a louça ou guardar coisas ao término de um evento ou festa. Eles pensam durante um bom tempo sobre conectar pessoas para que juntas elas trabalhem em algo bacana, não costumam ter medo de ensinar ou se doar.

Já os takers, são aquelas pessoas que estão sempre em busca de conseguir algo em troca, de sugar uma pessoa ao máximo. Elas conseguem ver oportunidade e estratégia em tudo e vão logo dando um jeito de se satisfazer ou gerar algum tipo de benefício a si mesmo. É esse mesmo tipo que se apropria do que puder na cara dura.

Os matchers acabam mesclando as características dos dois, dos givers e dos takers, de forma equilibrada. Ajudam conforme são ajudados e se fazem um favor certamente vão esperar que ele seja retribuído depois.

Faça uma reflexão sobre algumas pessoas de seu entorno pessoal ou profissional. Pense em algumas delas e procure entender se você está diante de um giver, um taker ou um matcher. Nem sempre a percepção que a própria pessoa tem si é justa, às vezes elas se auto avaliam de um jeito diferente, imaginando que são mais ou menos dispostas do que realmente são.

Depois de pensar nessas pessoas, busque analisar também quais delas são queridas e quais tem mais chances de serem repelidas, odiadas, evitadas.
Pensou? Existiu algum padrão nesse processo?

Você é um giver, um taker ou um matcher: Reflexão

Outro exercício legal é refletir sobre pessoas que você considera de sucesso e que estão no topo. Elas lhe parecem givers, takers ou matchers? É claro que há muita gente taker no topo, mas geralmente não há uma aura de boa fama em torno dela, existe uma grande parcela de pessoas que consegue farejar que tudo aquilo que ela conquistou não foi sendo bonachona, mas extremamente estratégica. Enquanto isso, nem sempre os givers, sempre dispostas a ajudar e doar, são aqueles que chegam ao sucesso, porque muitas vezes são passados para trás pelos aproveitadores.
No final do dia o que acaba valendo mesmo é o modo como as pessoas os veem. Nem sempre terão uma imagem de sucesso, mas certamente são aqueles dos quais as pessoas amam estar perto.

Vale ainda analisar algumas instâncias. Há givers que são muito bons em se doar profissionalmente. Eles gostam de conectar pessoas, de ajudá-las, de fazer coisas por elas sem esperar nada em troca. Mas isso não significa que em sua vida pessoal sejam assim também. E vice versa.

Na vida pessoal um giver é aquele que ama presentear, se doar. É aquele que com muita frequência aplica o princípio do também: “fiz um bolo de chocolate… e coloquei calda e granulado também”. E infelizmente, muitas vezes eles se doam muito mais do que recebem, se envolvendo facilmente em relacionamentos abusivos, nos quais são cada vez mais sugados e nem sempre percebem.

E você, é um giver, um taker ou um matcher? Em todas as instâncias? É bacana pensar sobre.

Flávia Gamonar
Palestrante, coautora do best seller DISRUPtalks

 

 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

Gestor

Paulo de Vasconcellos Filho, 67 anos, atua como Consultor há 43 anos orientando processos de Planejamento Estratégico em 378 empresas de pequeno, médio e grande porte, que atuam nos mais diversos setores. Publicou seis livros sobre Planejamento Estratégico, sendo o primeiro em 1979 e o mais recente publicado pela Editora Campus, com o título “Construindo Estratégias para Vencer!”

Receba nossas novidades

Estratégias que merecem destaque

Registre-se aqui para receber em seu e-mail nossas novidades.

Patrocinadores

Temas

Fechar Menu